Se eu tivesse oitenta anos, já teria vivido muitas experiências…Teria alcançado quase todos os meus sonhos, como planejado. Teria também me decepcionado com muitas pessoas ao longo do caminho. Teria errado muitas vezes, sofrido e chorado. E não teria reconhecido no mesmo momento da queda, o aprendizado, somente tempos depois. E tudo isso teria me deixado mais forte durante os anos. E mesmo assim, ainda acreditaria nas pessoas.
Ah, as pessoas… ao longo desses Oitenta anos, as pessoas e situações que me fizeram chegar nessa idade com tanta sabedoria. Mas são tantas informações, que parece que meu cérebro está cheio, como se fosse uma memória de computador, e fica lento para buscar as informações. E as pessoas mais novas não tem paciência comigo.
Quando eu tinha 35 anos, já era casado e já tinha um a casal de filhos. O que passava na minha cabeça era trabalhar para dar o melhor para eles. Mas são tantas dificuldades e situações, que…AHHHHHHH, queria sumir…Aí lembrava das pessoas que me amavam, e que dependiam de mim e do meu amor. Daí surgia forças e motivações para enfrentar as situações. Comecei a focar em soluções, em vez dos problemas, e consegui vencer, criando estratégias e plano de ação.

stock-footage-casual-man-calculating-his-bills-with-his-family-in-the-background

Nesses Oitenta anos bem vividos, pois tudo é positivo, até as quedas, decepções e fracassos, resolvi dar uma grande festa. Vou reunir meus amigos e parentes, muitos ainda vivos, alguns já se foram, como dizia minha avó, subiram a escada do céu. E nessa festa vai ter tudo que tenho direito: de comidas que lembram minha infância, e até comida japonesa pra quem gosta. Estou muito feliz organizando essa festa.
E se eu pudesse dar alguns conselhos, com a cabeça que tenho hoje, para o “eu” de 35 anos seria o seguinte:

  • Arrisque-se mais, não tenha medo de errar, pois erro sempre gera aprendizado;
  • Aproveite cada minuto com seu filhos, pois eles crescem e vão embora;
  • Cuide da sua saúde, saia do sedentarismo;
  • Ame as pessoas nas suas diferenças, pois você só controla você.

Seniors-Celebrating1-768x511

Pois é, deixe-me ir, pois ainda tenho muito o que fazer para ser feliz e chegar aos meus oitenta anos bem vividos.

Até a próxima.

Murilo Gomide D’Andrade
Psicólogo e Coach
www.coachmurilogomide.com.br